Menu

Conheça o poder de cura do Alho

Alho beneficios

O alho é considerado uma planta hortense, da família das Liliáceas cujo uso tradicional é nas refeições, e com propriedades medicinais.
Seus resultados são observados desde a medicina primitiva grega, hindu e egípcia, onde lhe é atribuído efeito corretor sobre gases abdominais e flatulência gástrica, causadora de sintomas que incomodam bastante.
O alho pode ter fator curativo para diversas outras propriedades medicinais e nutricionais. Vejamos abaixo algumas das funções principais deste poderoso remédio natural.

Alho é bom para quê?

O alho é uma poderosa planta que ajuda na imunidade, prevenção visto que o mesmo possui um fator curativo para algumas enfermidades como:

  • Bronquites, Tuberculose, Afecções catarrais, pneumonia, asma, resfriados e gripes: Faz com que os escarros diminuam e percam o seu aspecto purulento, combatendo a tosse e provoca uma melhora geral no estado enfermo e diminui a dificuldade de respiração causada por uma bronquite crônica ou na asma.
  • Pressão alta e varizes: No caso da pressão alta o alho atua como hipotensor
  • Prisão de ventre, digestão, vermes: Amassando o alho com azeite de oliva ele fará a regularização do peristaltismo. Outrossim, estimula a secreção dos sucos gástricos e intestinais, favorecendo a digestão. Combate as toxinas intestinais e favorece a expulsão dos vermes, mesmo a solitária.
  • Fonte de cálcio, fósforo e vitamina B.
  • Antisséptico, carminativo, depurativo do sangue, diurético, emoliente, febrífugo e tônico: Muito útil nas febres intermitentes
  • Ácido úrico, cálculos, cólera, diabete melito, difteria, enfermidades do fígado, dos rins e da bexiga, esgotamento, hidropisia, insônia, paludismo, sífilis, tito, úlceras: Comumente é utilizado como elemento auxiliar na terapia dietética
  • Úlceras purulentas: Tanto o Dr. A. D. Cock como o Dr. V. Gabriel, médicos ingleses, empregavam há anos, com êxito, o suco de alho no tratamento de úlceras purulentas. Duas lavagens diárias com o suco de alho diluído em água destilada produz uma melhora notável já dentro das primeiras 48 horas.
  • Dor de ouvido: Para acalmar a dor de ouvido, aplica-se algodão embebido em azeite fervido com alho

Mas e o cheiro forte do alho? Como amenizar este gosto e cheiro forte?

O gosto pode ser eliminado tomando-se algumas gotas de azeite de raiz de angélica e o cheiro pode ser combatido comendo salsa crua.
Recomenda-se também a mastigação de boa quantidade de nozes em conjunto com o alho.
O suco de limão, misturado com igual quantidade de água, tomado meia hora após a ingestão do alho, também lhe destrói o odor. O mesmo suco também serve para desodorizar as mãos.

Contra-indicações do uso do alho

As pessoas que apresentarem reações alérgicas, evitem o contato direto com a pele, utilizando luvas.
Os que sofrem de hipotensão, devem ser parmoniosos no uso do alho, uma vez que este provoca a queda de pressão.
As lactantes devem evitar o uso liberal do alho, de vez que pode provocar cólicas no ventre da lactente, segundo observação de caráter popular.
Em DOSES MUITO ELEVADAS, o alho produz dor de cabeça, dor no estomago, dor nos rins, cólicas, vômitos, diarreia, tontura.

 Comprar Óleo de Alho em cápsulas

REFERÊNCIAS

BALBACH, Alfons; BOARIM, Daniel S.F. As hortaliças na medicina doméstica: 2 ed. Itaquaquecetuba: Editora Vida Plena, 1993